terça-feira, 13 de setembro de 2011

Será nosso futuro ou somos nos?

Hoje eu conversando com um amigo, percebe uma coisa bem intrigante, as pessoas hoje não são como nos, críticos, questionadores e triste, acho que não se sentem atingidos por esta onda de acontecimentos cotidianos que nos acomete, toda essa dor esse ódio pelo diferente.
Eu sou diferente de minha família e vc quer saber o por que? eu lhe respondo sem demora eu penso, isso me torna diferente de minha família e de meus vizinhos, meu raciocínio sempre foi motivo de chacotas dês que me entendo por gente, sofria agressões físicas e verbais de meus colegas da escola e quando chagava em casa não era compreendido mas e meio a tanta dor eu aprendi a ser forte e lutei e luto.
As vezes eu me sinto sozinho remando contra essa maré mas quando encontro outra criatura pensante eu logo retomo o animo e começo a remar mais forte. Espero pelo dia em que encontrarei uma mulher que assim como eu queira construir um mundo diferente e que possamos gera seres humanos como nos e assim produzir um futuro de verdade e ao mesmo tempo temo o que pode acontecer com ele nesse futuro, pois somo poucos e eles muitos...

Nenhum comentário:

Postar um comentário